Pesquisar este blog

Links da semana - 54.

Sem rodeios, sem enrolação, sem nada, vamos para mais uma lista de textos da semana:
E até a próxima.

Concurso público para a Petrobrás. Perguntar não ofende.

Depois do textão de domingo, agora vai um textinho.

Acabei de saber por uma notícia da imprensa-golpista-burguesa-conservadora-reacionária-autoritária-malvada-feia-chata-boba-elitista-racista-branca-de-olhos-azuis que a Petrobrás está lançando um concurso público para o preenchimento de quase 1000 vagas. As inscrições começaram hoje, vão até o dia 4 de setembro e custam R$ 47,00 para nível médio e R$ 67,00 para nível superior (porra! Mais barato que o ENEM. E se for comprar com as estaduais paulistas, aí a comparação chega a ser vergonhosa). Mais detalhes, vai ler lá a notícia, não vou dar uma de RH ou press-release da Petrobrás.

Mas aqui fica aqui a pergunta. O pessoal que gosta tanto de amaldiçoar a empresa e xingá-la muito na Internet (não só no Twitter), dizendo que a empresa é corrupta, que a empresa esteve envolvida na Lava Jato e que não temos carro elétrico, carro movido a hidrogênio, carro movido a água ou o maravilhoso carro movido a ar porque a Petrobrás boicota, persegue, ameaça de morte e até mesmo mata os inventores desses tipos de carros (pelo visto o Elon Musk sempre se safa), já que Petrobrás é a única empresa no mundo que faz exploração de petróleo, gás natural e xisto e Pemex, PDVSA, YPF, Eni, Chevron, OGX, Elf, BP, Exxon Mobil, Shell, SOCAR, Ecopetrol, Repsol, Gazprom, Petronas, Sonatrach, Galp, Lukoil, Statoil e outras do ramo sobrevivem e fazem gasolina, querosene e diesel da fermentação de cocô de unicórnio e mijo de leprechau; esse pessoal vai se inscrever para participar do concurso público da estatal?

Ei senhores. É só uma pergunta. E perguntar não ofende.

Aliás, por falar em carro movido a água ou a hidrogênio, será que esse pessoal sabe de onde vem a maior parte do hidrogênio usado no mundo (especialmente pelas indústrias)? Só vou dar um spoiler: Não é da eletrólise da água, esse processo extremamente eficiente e que quase não consome energia.

Quanto a mim se eu ia? Não. Por dois motivos. O primeiro porque não é da minha área (o concurso quer mais profissionais que atuem na área de saúde e segurança do trabalho) e o segundo é porque não tem vaga para a REPLAN, que fica "perto" de casa. Não fosse esses dois motivos, eu ia sim.

Aliás, não só Petrobrás. Se Correios, Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão, Camargo Correa, UTC, Consist ou outra empresa  envolvida num esquema de corrupção tiver uma ótima oportunidade de emprego, pagando um bom salário e quiser que eu trabalhe lá, eu vou. Tô falando sério. Inclusive, fizeram uma pergunta do tipo no Yahoo Respostas e as respostas foram unânimes (se é que 3 respostas dá para chamar de unanimidade).

Antes que venham dizer que eu deveria ter vergonha do que eu disse no parágrafo acima, duas observações. A primeira é que, não é porque uma empresa está envolvida em esquema de corrupção, que todos os seus funcionários são corruptos. Eu aposto o meu pinto que 99,99% das pessoas que trabalham nos Correios, Petrobrás, Odebrecht, OAS, Queiroz Galvão, Camargo Correa, UTC ou Consist são pessoas honestas, dignas, corretas, direitas e, principalmente, que não compactuam com o que os seus patrões fizeram e querem que eles sejam punidos. Responsabilizar e culpar alguém por algo que ela não fez é de uma crueldade sem tamanho.

E a segunda observação, que meio que deriva da primeira, é que empresas não fazem nada. Quem faz são as pessoas que trabalham nessas empresas. Portanto, ao dizer que empresa tal se envolveu num escândalo de corrupção, o correto é dizer que algumas pessoas que trabalham na empresa tal se envolveram num escândalo de corrupção. E sempre são pouquíssimas as pessoas da empresa que se envolvem em corrupção. Novamente, a grande maioria é de gente direita.

A maior parte da geração Ydiota não aceitaria trabalhar em empresas envolvidas em esquemas de corrupção? Acho ótimo. Diminui a concorrência.

E para terminar, já que no começo do texto falou-se sobre petróleo, fiquem com um SciCast em que se falou sobre o ouro negro.

Grande mobilização começa a tomar vulto na Internet

"Governo federal e políticos estão preocupadíssimos com grande mobilização que começa a tomar vulto na internet"

Bom, ao menos era esse o parágrafo introdutório da mais nova revolução de sofá do momento que eu recebi, dessa vez, pelo WhatsApp. E assim prosseguia a Ópera-Bufa:

É, o clima lembra o período que antecedeu a revolução francesa. O terceiro estado (povo esclarecido) clama por justiça.

Há uma enorme movimentação pela internet para reunir um milhão de pessoas na Avenida Paulista pela demissão de toda a classe política (ainda sem data marcada). 
Este e-mail de convocação já começou a circular e está sendo lido por centenas de milhares de pessoas. É importante que você repasse para todos os seus contatos.
  • A guerra contra o mau político, e contra a degradação da nação está começando.
  • Não subestimem o povo esclarecido que começa a sair da inércia e de sua zona de conforto para lutar por um Brasil melhor.
Todos os ”governantes” do Brasil, até aqui, falam em cortes de despesas – mas NÃO CORTAM despesas – querem o aumentos de impostos como se já não fôssemos o campeão mundial em impostos. A história nos mostra que muitos governantes caíram e até perderam suas cabeças exatamente por isto. 
Nenhum governante fala em:
  1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros, motoristas, 14º e 15º salários etc.) dos poderes da República.
  2. Redução do número de deputados da Câmara Federal, e seus gabinetes, profissionalizando-os como nos países sérios.
  3. Acabar com as mordomias na Câmara, Senado e Ministérios, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do povo.
  4. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego.
  5. Redução drástica da quantidade de vereadores, acabar com os salários de vereadores, diminuir os gastos das Câmaras Municipais e das Assembleias Estaduais.
  6. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas atividades.
  7. Aliás, 5 partidos apenas, seria mais que suficiente.
  8. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc., das Câmaras, Juntas, etc.
  9. Acabar com os motoristas particulares 24 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias para servir suas excelências, filhos e famílias e até, as ex-famílias.
  10. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado.
  11. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado.
  12. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos às escolas, ir ao mercado, a compras, etc.
  13. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu patrimônio antes e depois?
Já que esses nossos políticos e governantes não querem fazer as reformas de fato, não querem passar o Brasil a limpo, cabe a nós, povo esclarecido, fazer isto através da mobilização em massa e indo para as ruas (sem vandalismo, sem Black Blocs, que são contra a sociedade) manifestar a nossa insatisfação. 
Vamos juntos, vamos mostrar que no Brasil o povo esclarecido pode realmente mudar o rumo da história, já que pelas urnas vai ser difícil, por motivos óbvios.
Encaminhe esta mensagem para todos os seus contatos, até cair no computador dos políticos que você votou nas últimas eleições.

Os meus pouquíssimos, porém selecionadíssimos e inteligentíssimos leitores sabem que eu não seria eu se não fizesse uma análise de cada passagem do texto. Então, para não decepcioná-los, segue aí a palhaçada destrinchada:

É, o clima lembra o período que antecedeu a revolução francesa. O terceiro estado (povo esclarecido) clama por justiça.

Sofativistas, como sempre, extremamente idiotas, pois acham-se no direito de serem arrogantes. Doutor Gregory House diz que arrogância tem que ser conquistada. E vocês, sofativistas, jamais alcançaram (e jamais alcançarão) essa conquista.

E Revolução Francesa não seria aquele evento histórico em que um monte de gente decidiu se juntar e lutar contra tudo isso que está aí e que terminou com a ascensão ao poder do Napoleão, que fez o diabo na França e na Europa? Bela comparação.

Há uma enorme movimentação pela internet para reunir um milhão de pessoas na Avenida Paulista pela demissão de toda a classe política

Classe política esta que vocês colocaram lá, mesmo depois daquelas palhaçadas do junho de 2013, que dizia que não ia ter Copa (e teve), que não ia ter Olimpíadas (e teve), que não era só por 20 centavo (mas foi a única coisa que conseguiram), que era sem violência (mas expulsaram aos socos, murros e pontapés quem estivesse com camiseta ou bandeira de partido ou que estivesse com uma câmera ou microfone) e que dizia que os políticos não os representavam e protestaram... votando nos mesmo políticos. Aliás, palhaçada essa que só serviu para que fizessem um curta-metragem do mesmo, que certamente deve ter pego uma verbinha da Lei Rouanet. Afinal de contas, até mesmo diretores e roteiristas de documentários revolucionários precisam comer e pagar as contas.

Como toda boa revolta de sofá, os revoltados e revoltosos sempre almejam juntar o cabalístico número de 1 milhão. Seja 1 milhão de likes, 1 milhão de compartilhamentos, 1 milhão de assinaturas, 1 milhão de seguidores, 1 milhão de visualizações. Ou 1 milhão de pessoas na Avenida Paulista (tem que ser na Avenida Paulista. Esse é um requisito mandatório).

E demitir todos os políticos? Eu aceito. Basta eles darem suas respectivas CTPS para que eu faça a baixa nelas. Mas isso também valerá para o bolsomito, né?

(ainda sem data marcada)

Organização e planejamento é isso aí. Fiquei com inveja.

Este e-mail de convocação já começou a circular.

Sim, acabou de começar a circular. Pois sim. Vou falar sobre isso mais tarde.

e está sendo lido por centenas de milhares de pessoas. É importante que você repasse para todos os seus contatos

Subentenda-se, encha o saco dos seus amigos com um monte de abobrinhas que você nem sequer se deu o trabalho de ver se é verdade ou não, se é factível ou não, se é possível ou não.

Depois perde amizade e não sabe porque.

A guerra contra o mau político, e contra a degradação da nação está começando.

Ui que meda. Essa é a guerra número 64596349569314685389469862496 contra os maus políticos da semana.

Não subestimem o povo esclarecido que começa a sair da inércia e de sua zona de conforto para lutar por um Brasil melhor.

Sent from my iPhone.

De alguém que repassou essa merda para os seus amigos ou fez Control+C Control+V do texto no seu bloguinho e depois não fez mais bosta nenhuma.

Todos os ”governantes” do Brasil, até aqui, falam em cortes de despesas – mas NÃO CORTAM despesas

Aspas para se referir aos políticos que vocês mesmos colocaram lá? Falando mal de quem vocês colocaram lá? Que falta de educação, que falta de consideração, que...


querem o aumentos de impostos como se já não fôssemos o campeão mundial em impostos.

Fonte dessa informação: Caldas Novas. Provavelmente a mesma fonte que o povo esclarecido usa e que diz que o Brasil é o país que menos investe em Ciência e Tecnologia em todo o mundo.

A história nos mostra que muitos governantes caíram e até perderam suas cabeças exatamente por isto.

Desde a primeira vez que vi, sempre quis usar essa imagem. :-) 

Como o povo esclarecido está brabo (não errei. É brabo, não bravo, como todo mundo diz). Vão até guilhotinar quem se opor (ou quem tirar sarro) a essa grande mobilização que pretende levar o cabalístico número de 1 milhão de pessoas para a Avenida Paulista, sabe-se lá quando.

Nenhum governante fala em:

Só o povo esclarecido que fala.

Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros, motoristas, 14º e 15º salários etc.) dos poderes da República.

Afinal o problema não é a corrupção, não são os juros da dívida externa, não é a dívida pública que aumenta assustadoramente. O problema são as "mordomias" que os malditos políticos recebem, como os carros, por exemplo (mais tarde será falado sobre eles).

Já os assessores, esse pessoal está revoltado com os assessores porque não são eles (ou os parentes deles) que foram chamados para serem. Porque eu tenho certeza que se qualquer vereadorzinho fuleiro (como, por exemplo, qualquer um dos 33 vereadores daqui de Campinas) oferecer um cargo de assessor a qualquer um desses revoltados (ou a algum parente deles), eles adorariam.

E será que eu falo aos bem antenados revoltados de sofá que o 14° e 15° salários já acabaram?

Redução do número de deputados da Câmara Federal, e seus gabinetes, profissionalizando-os como nos países sérios.

Redução no número de deputados, a panaceia que vai resolver TODOS os problemas da política brasileira. E fazer como se faz nos "países sérios". Países sérios seriam, por exemplo, a Itália, que tem 630 deputados? Ou a França, que tem 577 deputados? Ou Portugal, que tem 230 deputados e uma população igual a da cidade de São Paulo? E que tal a Câmara dos Comuns, com seus 650 deputados?

E profissionalizar os gabinetes e os deputados? Como que seria essa "profissionalização"? Tenho medo de ouvir as respostas do povo esclarecido.

Mas se bem que... o povo esclarecido não quer acabar com os gabinetes, como foi dito na proposta acima? Agora quer "profissionalizá-los"? Acabou de entrar em contradição. Não entendi.

Acabar com as mordomias na Câmara, Senado e Ministérios, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do povo.

As "mordomias", essas grandes chagas que dilapidam e estão acabando com o país.

Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego.

Claro, tem que acabar com esses órgãos públicos que só servem para enfiar comissionados.

Mas quando esses mesmos órgãos públicos lançarem algum concurso público, esses revoltados serão os primeiros a se inscrever.

E eis que numa curta frase é exposta a inteligência dos sofativistas, pois enfiaram uma porcaria duma vírgula entre o sujeito e o predicado. Gente que separa o sujeito do predicado com vírgula quer mudar o país e o mundo?

Redução drástica da quantidade de vereadores, acabar com os salários de vereadores, diminuir os gastos das Câmaras Municipais e das Assembleias Estaduais.

Se vai acabar com os salários de vereadores, por que diminuir a quantidade deles? E já que não vão mais receber salários, que os edis passem a viver de fotossíntese.

Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas atividades.

"Viver da quotização [...] e da imaginação".


Eis outra coisa que eu tenho medo de perguntar ao povo esclarecido e ouvir as respostas.

Aliás, 5 partidos apenas, seria mais que suficiente.

Dito por um pessoal que não se sente representado por nenhum partido (aliás, nada representa os floquinhos criados a leite com pera). Mas suponha que existam somente cinco partidos.

Aí os floquinhos vão bradar a todos pulmões que "eççis partidos naum mim reprezentão" e vão criar um partido, que um dia vai deixar de representá-los e aí vão criar um outro partido que também um dia vai deixar de representá-los e vão criar mais um partido... e assim por diante.

E novamente temos uma vírgula separando sujeito do predicado. Não adianta, amiguinhos, escrever palavras difíceis como "opíparo" e "libação" se você enfia uma vírgula entre o sujeito e o predicado.

Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc., das Câmaras, Juntas, etc.

De novo os carros? Querem acabar mesmo, de uma vez por todas com o uso de carros pelos políticos.

Acabar com os motoristas particulares 24 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias para servir suas excelências, filhos e famílias e até, as ex-famílias.

Mas não é para acabar com o uso de carros pelos políticos?

Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado.

Não é para acabar com o uso de carros pelos políticos?

Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado.

Mais uma vez, não é para acabar com o uso de carros pelos políticos?

Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos às escolas, ir ao mercado, a compras, etc.

MAS NÃO É PARA ACABAR COM O USO DE CARROS PELOS POLÍTICOS, CARALHO??!?!???!!!!???


Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu patrimônio antes e depois?

Eis aí algo com a qual eu concordo com o povo esclarecido. Deveria mesmo existir algo que fizesse com que o povo (tanto o esclarecido como o não esclarecido) pudesse acompanhar as contas dos políticos. Como, por exemplo isto, que eu só consegui acessar depois de usar uma complicadíssima e avançada ferramenta hacker (30 segundos de Google).

Com essa avançada ferramenta hacker consegui vazar os bens do prefeito-radialista, do vereador do "É gol da Alemanha" e do político que não é político e sim gestor.

Já que esses nossos políticos e governantes não querem fazer as reformas de fato, não querem passar o Brasil a limpo, cabe a nós, povo esclarecido, fazer isto através da mobilização em massa e indo para as ruas (sem vandalismo, sem Black Blocs, que são contra a sociedade) manifestar a nossa insatisfação.

Procurem no dicionário o que significa algaravia.

Vamos juntos, vamos mostrar que no Brasil o povo esclarecido pode realmente mudar o rumo da história, já que pelas urnas vai ser difícil, por motivos óbvios.

Por motivos óbvios por quê? Por que o povo tanto reclama que os políticos não o representa, porém, na hora de votar, vota nos mesmos? Se for por causa disso, realmente, vai ser difícil.

E sim, vocês são muito esclarecidos. Esclarecidíssimos. Perto de vocês, Einstein é uma porta.

Encaminhe esta mensagem para todos os seus contatos, até cair no computador dos políticos que você votou nas últimas eleições.

Outra contradição. Primeiro foi dito que deveria acabar com os gabinetes para depois dizer que deve-se "profissionalizá-los" (seja lá o que isso queira dizer). Agora foi dito que não se pode esperar que essa revolução inteligentíssima seja realizada pelos políticos mas quer que essa mensagem seja encaminhada até chegar nos políticos para que eles façam essa revolução inteligentíssima. De novo fiquei sem entender.

O povo esclarecido que compartilha essas histórias não deve ler as merdas que repassam. Ou leem mas não entendem e, creio eu, seja o mais provável. Afinal, lembrem-se do número: 92% (pois é. Num momento tão revolucionário de sofá como é o compartilhamento dessas propostas, eu citei uma reportagem da imprensa-golpista-burguesa-conservadora-reacionária-autoritária-malvada-feia-chata-boba-elitista-racista-branca-de-olhos-azuis).

E pesquisando pela Internet, vi que essa Ópera-Bufa já foi replicada aos montes por diversos blogueiros políticos, que a copiaram e colaram como se fossem macacos. Aliás, um parêntesis, vocês lembram de uma campanha antiga do Estadão em que o jornal dizia que blogueiros eram macacos? Depois de várias coisas que eu vi por aí, começo a achar que o Estadão tinha lá um pouco de razão.

Ah!! E um detalhe muito legal. A respeito da parte em que diz que "este e-mail de convocação já começou a circular", um dos macacos que copiou e colou o texto o fez em 2013. Sim, quatro FUCKIN' anos atrás.

Que raio de "grande mobilização que está deixando os políticos e o governo federal preocupadíssimos" é essa que há quatro anos "começou a circular" e "começa a tomar vulto na Internet" mas que até agora não aconteceu? Vai ver que é por isso que apareceu o "ainda sem data marcada". Vai que um dia...

E ainda tem gente que acha que, se não fosse a Internet, a Primavera Árabe jamais aconteceria.

AS MINHAS BOLAS DA BOLSA ESCROTAL QUE NÃO ACONTECERIA!!!

Leiam os lábios do titio Lucho, uma revolução jamais vai acontecer por meio da Internet. Isso mesmo, JAMAIS vai acontecer por meio da Internet. JAMAIS. Sofativistas são muito mobilizados mas desde que seja para aquelas ações em que eles não precisem fazer muita coisa (de preferência, que não precisem fazer nada). Se precisar que o sofativista levante o bundão da cadeira, pode esquecer, pois ele não vai colaborar.

Como essa, por exemplo, em que se envia uma mensagem até que a mesma, por uma intercessão do divino Espírito Santo, chegue a alguma autoridade. Se é uma mensagem tão importante assim, porque ao invés de ficar apoquentando e torrando a paciência dos amigos e familiares, não envia diretamente o cazzo da mensagem para alguma autoridade, porra? Câmara, Senado, Assembleias estaduais, Câmaras de vereadores tem sites com os e-mails de todos os políticos. Vai lá e envia a mensagem diretamente a eles.

Para terminar, só fica aqui três registros. O primeiro é sobre o quanto eu fico impressionado com a merda do favelado do brasileiro e seu potencial em favelizar tudo quanto é lugar na Internet. Foi assim com o ICQ, MSN, Orkut, Facebook. E agora o novo alvo dos favelados brasileiros é o zapzap.

O segundo é sobre a decadência da qualidade dos blogs (e das mídias sociais em geral). O que poderia se tornar um grande meio de comunicação que faria um contraponto ao que é publicado pelos grandes veículos de comunicação acabou se tornando um amontoado de lixo, graças aos conspiradiotas, politizados (em sua grande maioria um bando de pau mandados), neuróticos, esquizofrênicos, idiotas, imbecis, retardados, lacradorXs e escória em geral que merecem os parabéns por terem destruído um veículo de comunicação que tinha um grande potencial.

Antes eu confiava mais no que saía num blog ou num veículo da mídia social qualquer do que na "velha mídia". Agora eu confio mais na "velha mídia". E não estou sozinho. Não tanto na "velha mídia" que está na Internet, mas na "velha mídia" televisiva, radiofônica, em revista ou em jornal, já que câmera, microfone, papel, tinta, energia e maquinário são caros demais para se gastar transmitindo e imprimindo porcaria. Tanto é verdade que quando Snowden decidiu botar a boca no trombone e dizer que o governo americano ficava de espionagem, ele não procurou blogueiro político, youtubeiro, facebooketeiro ou qualquer outra merda que o valha. Ele procurou o Guardian e o Washington Post.

E o terceiro é que o camarada Celso também recebeu a mesma mensagem e também fez a sua análise, que eu já postei numa lista de links da semana e na qual eu chupei me baseei para fazer a minha.

Para terminar de vez, sim, fiz um texto (que acabou ficando textão) caça para-quedista. Vou tentar atrair essas bestas que copiam e colam qualquer merda que eles veem em e-mails, blogs, twitter, facebosta e zapzap e enfiar um pouco de senso crítico na cabeça dessas mulas. Quem não gostou deste texto caça para-quedista, registre sua reclamação no SAC do blog pressionando ALT+F4.

O cara trollou a mãe dele. Olha só o que aconteceu. Trollada épica.

Vocês já viram muita gente aprontar. E sempre a vítima eram suas respectivas progenitoras (mães, para esse pessoal que não possui um vocabulário lá muito avançado). Mas essas trolladas eram coisas pequenas, coisas mirins, coisas infantis, coisas bobas.

Quer ver uma trollada de verdade? Uma trollagem moleque? Uma trollagem raiz? Quer ver uma trollagem daquelas aprontada para cima da mãe?

Preparados? Então segue aí a maior trollagem de todos os tempos para cima da mãe:

Não é muita trollagem? Eu avisei que era muita trollagem.

E esse Robert Hooke era aquele mesmo que era trollado por Isaac Newton por Hooke ser anão, baixinho, tampinha, pouca sombra, toco de amarrar jegue, locutor de radinho de pilha, gandula de futebol de botão, lenhador de Bonsai, Tarzan de samambaia, salva-vida de aquário, mecânico de Hot Wheels.

E aí. Viram que trollada épica? Depois dessa o cara pode dizer que é o mestre das trolladas. É o master of trolls, é o troll master, é o...

Chega Lucho!!! Chega!!! Já deu!!! Chega de querer dar uma de youtubeiro retardado. Você não tem pinta para isso e nem Mama Lucho e Papa Lucho te criaram e pagaram escola cara para ti para isso.

O quê? Vocês estavam realmente esperando ver alguém aqui enfiando Nutella ou Amoeba no cu ou então ver youtubeiro usar livro como escudo para tiro de Desert Eagle (para depois ir queixar-se com Minerva, Atena, Apolo, Thoth, Dagda e Baldur e perguntar a todos Eles porque não se lembraram dele) ou então ver gente que forrou o quarto todo com silver tape (ou fita isolante. Sei lá que porra era aquela)? Mein Fräulein, aqui é o Blog do Lucho, porra!! Aqui não é blog de youtubeiros como playboy carioca que se acha o intelectual e crítico de óculos escuros que berra, fala palavrão e xinga feito um filho de mãe solteira (talvez seja por isso que ele berre, xingue e fale tanto palavrão), gordo barbudo depressivo e deprimente que a cada dez palavras que vocifera, nove são palavrões, baixarias, obscenidades, baixo calão ou demais baixezas do tipo (e a única palavra que não é nada disso é puro senso comum), quarentão branquelo liberOtário sustentado pela mamãe, sofativista mongoloide asmático que só faz berrar palavrão e martelar a mesa se achando o saudoso Dalborga, sofativista de voz fina, nariz de palhaço, cabeça de papel e olhos esbugalhados que acha que está mudando e revolucionando a política do país e o país porém sequer consegue fazer com que baixe a merda do preço de uma porcaria de um ovo de páscoa, roqueiro brasileiro conservador cristão que esqueceu de crescer (já que foi falado em anão), roqueiros brasileiros decadentes e não decadentes (pois jamais chegaram ao top. E jamais chegarão) e youtubeiro neonazista antissemita supremacista branco de olhos azuis que não é nem um pouco neonazista antissemita supremacista branco, mas tão somente um mané (como todo youtubeiro). Aqui não é o espaço para esses manés, retardados, imbecis e idiotas. Tenho poucos porém qualificadíssimos leitores. Não vou fazer com que esses meus leitores percam seus valiosíssimos tempos com lixo.

E por ter poucos porém qualificadíssimos leitores, é que coloquei um vídeo pequeno em tamanho, porém gigantesco em conhecimento. Um vídeo que valeu por todos os vídeos já feitos (e todos os vídeos que ainda serão feitos) pela gentalha asquerosa do parágrafo acima.

E já que falei em conhecimento, segue mais uma trollagem feita pelo prefessor André para cima da mãe dele:


Já que se falou sobre o cérebro, gostaria de compartilhar essa thread no Twitter de fatos sobre o cérebro, iniciado no dia 22 de julho, o dia mundial do cérebro (esse dia não é o dia dos youtubeiros).

E com tudo isso fiquei eu aqui com uma dúvida: Será que o pessoal ainda se interessa por quem trolla a mãe? Porque se ainda se interessar, esse texto caça para-quedista pode funcionar e aí pode ser que esse pessoal ganhe um pouquinho de conhecimento.

Para terminar, nem fodendo que eu vou testar o efeito Leidenfrost em mim jogando nitrogênio líquido na minha cara. Ou em qualquer outra parte do corpo que eu goste muito.

Olha so!! A prefeitura de Campinas lacrou com essa.


Apenas esqueci de dizer que a palavra foi usada com o seu sentido original, e não com o sentido retardado que lhe foi dado atualmente pelos mimimillennials da geração Ydiota usuária de Tumblr. Sonho com o dia em que essa palavra volte a ser usada somente em seu sentido original. A notícia propriamente dita está aqui.

Opa. Mas eu sou usuário de Tumblr. Será que sou um mimimillennial da geração Ydiota? Estou entrando numa crise existencial...

Só não me venha retardado aqui dizer das fraudes que acontecem com os sorteios da Mega Sena, já que se falou em jogos de azar (no caso, bingo). Já uso o Disqus, que é para que retirar o direitos dos retardados de dizer merda na propriedade privada alheia.

Pesquisa Internacional antiga da BBC confirma Lucho: SBT é o pior canal do Brasil

Embora em apareça por aí usando como avatar as mais diversas montagens (ou usando uma buzzword, mashup) do seu Madruga, se tem uma coisa que simplesmente me dá arrepios só de pensar é em assistir a qualquer programa veiculado pelo sbesteira Sistema Brasileiro de Televisão (ou simplesmente SBT, para encurtar). Aliás, se alguém quiser me torturar é só aplicar em mim o tratamento Ludovico com a programação da emissora do SS. E nem precisa aplicar qualquer tipo de droga.

A bem da verdade, já faz mais de quatro anos que eu não coloco no canal. Isso porque no finalzinho de 2010, a TVB, que era a afiliada do SBT aqui na região de Campinas foi vendida para a Rede Record do Reino de Deus (creio eu que para cobrir o rombo do PanAmericano) e desde fevereiro de 2011 a TVB passou a transmitir a programação da Record e tomou para si a frequência onde antes passava a programação do SBT. E foi desde então que eu nunca mais assisti a qualquer coisa do SBT. E não me faz falta alguma.

Abre parêntesis. E o pessoal ainda fica imaginando como seria o Brasil se Sílvio Santos tivesse sido eleito presidente. Bem, o rombo de R$ 2,5 bilhões no PanAmericano, o que aconteceu com o Baú da Felicidade e o fato do SBT só estar de pé graças a um jogo de azar já da uma ideia de como seria. Fecha parêntesis.

Eu me pergunto. Como é que alguém consegue assistir ao SBT? Quando eu assistia já estava ruim, agora então, pelo que me consta, o canal tem como grandes atrações Danilo Gentili, Ultraje a Rigor, Rachel Sheherazade, José Neumanne Pinto, Ratinho (também conhecido como cópia barata e rastaquera do saudoso Alborghetti), Casos de Família, Raul Gil e A Praça é Nossa. Um canal com atrações desse quilate só pode ser uma merda.

E é.

Pois eis que uma pesquisa confirmou essa minha impressão. Das emissoras de televisão brasileiras, SBT é a que tem a pior programação. Foi feita uma pesquisa Internacional encomendada pela BBC feita em 2013 mas divulgada em 2014. O 40º lugar está de ótimo tamanho para essa merda de canal.

Além dessa constatação mais do que óbvia, uma outra constatação nem um pouco surpreendente. TV Cultura é a emissora de televisão que tem a melhor programação do Brasil. Não só isso. TV Cultura é a emissora de televisão que tem a segunda melhor programação do mundo, apesar de ter um youtubeiro aí, um desses liberotários anarcorretardado e anarcomongoloide que divulgam ideologiazinha idiota, imbecil e ignorante de Internet que funciona só na Internet, que acha que a TV Cultura é uma merda e quer ver ela morta. Pois certamente coisa boa é a merda do canal dele. Tão bom que faz dois anos que ele não coloca porra nenhuma por lá pois... ninguém assiste àquela porcaria. Antes que perguntem, não vou dizer quem é. Nem adianta perguntar.

Cultura já teve seus bons momentos, com programas como Castelo Ra-Tim-Bum, Viola Minha Viola (com a saudosa Inezita Barroso), X-Tudo e vários documentários científicos, mostrando para o History e para o Discovery como é que se faz, ao invés de ficar passando o lixo pseudocientífico do documentários sobre aliens, sereias e o pé grande, mas ainda sim, continua ótima.

Sem se esquecer, óbvio, do melhor programa já exibido pela TV Cultura, O Mundo de Beakman. Se todo mundo na infância tivesse assistido ao programa, não teria gente passando e repassando tanta bosta como teoria da Terra Plana, teoria do geocentrismo, teoria de que vacinas contém mercúrio e causam autismo e por isso devem ser criados grupos antivacina e outras bobagens tão típicas e características da era e da sociedade da informação e do conhecimento.

E para o desespero e desgosto dos sofativistas de bosta anti Rede Globo, a Vênus Platinada tem a segunda melhor programação do país (e 28º no mundo). Acho justo, afinal é outra emissora que também passava programas como Globo Ciência, Globo Universidade e Globo Educação. Eram programas que era exibidos em horário que não dava para assistir? Eram programas que duravam pouco tempo? Sim, é verdade. Mas pelo menos ela exibia. Enquanto isso, no mesmo horário, as outras emissoras exibem game-show ou então programa de e para evanjegues.

Mas eu gostaria de encerrar o texto mostrando algo de bom que o SBT já fez, que foi a novela Amor e Revolução. Uma obra-prima de qualidade irretocável e inquestionável. Foi um clássico. Clássico trash. Uma produção que de tão ruim foi ótima. Apenas o Tá No Ar me fez rir tanto quanto essa novela. Humor extremamente involuntário de primeiríssima qualidade.

Aviso importante. Meu e-mail está com problemas. E terei que fechar o blog.

Dia 9 de julho de 2017, dia da revolução constitucionalista de 1932. E justamente neste dia, trago péssimas notícias. Infelizmente é isso que está para acontecer, minha gente. O meu e-mail está com sérios problemas para se manter e terá que ser encerrado. E como o e-mail que está com problema é o mesmo que eu uso para acessar e manter esse blog, terei que encerrar também esse blog.

Pelo menos é isso que dizia a mensagem que eu recebi:


Para quem ligou os pontos, é lógico que se trata de mais um golpe de phishing scam. Serviço de e-mail nenhum vai encerrar suas contas de e-mail por problemas no servidor. E se o serviço estiver realmente com problemas, não vai mandar uma mensagem como essa, mal escrita pra cacete, pedindo o seu nome completo de usuário e, principal, a sua senha. Aliás, se os servidores desse serviço de e-mail estão com problema, vai adiantar eu... enviar... um e-mail para esse serviço problemático?

Aliás, se um site qualquer vai encerrar uma conta minha, por que vai querer a minha senha?

Ativismo de sofá: A melhor coisa já criada - Reloaded.

Eu escrevi um boooooooooom texto atrás sobre uma imagem que circulou muito pelos tubos que mostrava como o ativismo de sofá é lindo, legal, maravilhoso, mostrava o poder do ativismo de sofá e o poder das redes sociais e que era uma resposta a todos esses que ficam criticando quem não levanta a bunda da cadeira para protestar e que dizem que militar no Facebook é moleza, sendo que esses críticos também não levantam a bunda da cadeira para protestar e também não militam nem no Facebook e nem fora do Facebook. E ainda por cima cria blog que tira sarro dos ativistas de sofá e fica se promovendo às custas dos outros que sempre estão nas ruas (o que é a mais pura verdade. Quem sou eu para negar isso?)

Pois bem, a imagem mostrava a maravilha que é o ativismo de sofá. Pena que a realidade, essa danadinha, essa safadinha, essa puta, tratou de tratorar todos os pontos mostrados por aquela imagem e mostrou como que aquela imagem só tinha bobagem.

Mas eis que, de novo, circula uma imagem bastante parecida com aquela. Se não na aparência, parecida na essência. Eis a nova imagem:


É essa a imagem. Parece que eles estão seguindo àquela máxima goebelliana de que uma mentira dita mil vezes se torna verdade.

Analisando cada um dos itens dessa imagem:
"Você já assinou algum abaixo-assinado de Internet, compartilhou um vídeo do Youtube de uma causa ou mudou o seu avatar no Twitter ou no Facebook em prol de uma causa? Se sim, VOCÊ PODE SER UM ATIVISTA DE SOFÁ."
Não querido. Você não PODE SER um ativista de sofá. Você É um ativista de sofá. E não tem do que se orgulhar.

Aliás, existe coisa mais patética, ridícula e inútil do que trocar avatar em prol de uma causa? Toda vez que eu vejo alguém fazer isso eu sinto uma enorme vergonha alheia.
"O vídeo 'Kony 2012' da Invisible Children - considerado o vídeo mais viral de todos os tempos - suscitou numerosas discussões a respeito sobre o poder do ativismo de sofá em conduzir mudanças reais. Com o ativismo de sofá em ascensão, pode valer a pena um outro olhar"
"85 milhões de visualizações do vídeo 'Kony 2012' até o dia 26/3/2012"
Ainda continuam com essa porra de Kony 2012? Blablabla o vídeo teve milhões de visualizações blablabla suscitou numerosas discussões blablabla ativismo de sofá pode conduzir a mudanças reais blablabla blablabla e mais blablabla, mas o monstro continua livre, leve e solto e vive muito bem.

Ainda a respeito do Kony 2012, eu mostrei esse texto mostrando o quanto essa história não cheirava bem. Porém encontrei um esse outro texto mostrando como que essa coisa, que já não cheirava bem, na verdade fedia horrivelmente. De maneira bem resumida, trata-se de uma campanha bancada por uma ONG com uma estrita relação com a CIA e que investiu só 31% de tudo que gastou em programas de caridade na África. Incrível que sempre tem uma ONG (Olho Na Grana) em toda história mal contada.

Nessa história, o sofativismo foi fertilizado com ignorância e boas intenções, iguaizinhas a aquelas boas intenções que pavimentam a estrada para aquele lugar aprazível.

Mas será que, com todo esse marketing que essa campanha teve, os bem intencionados sofativistas que viram e compartilharam o tal do vídeo já sabem apontar Uganda no mapa? E será que sabem que Uganda foi comandada pelo carniceiro Idi Amin? E que ele não era o Forest Whitaker?

E apesar do vídeo já ter tido esse quantidade de visualizações (e falam tanto dessas visualizações que eu pensei que fosse um Psy ou uma Galinha Pintadinha), vocês acreditam que se eu disser que eu até hoje ainda não vi esse vídeo? Não só não vi como não tenho a menor vontade de vê-lo.
"MoveOn.Org possui atualmente 5 milhões de membros e começou com um abaixo-assinado online assinado por apenas 100 mil pessoas em 1998."
Impressionante. Fiquei boquiaberto. Parabéns.

Para quem não sabe, MoveOn.Org é mais um desses sites em que qualquer Zé Mané pode criar um abaixo-assinado e outros Zé Manés podem assinar esses abaixo-assinados e achar que estão fazendo a diferença no mundo. Sim, é tipo um Avaaz, Change, We The People, PetiçãoPublica.org e outros sites de abaixo-assinado que não servem para nada.
"406 mil pessoas assinaram o abaixo-assinado 'The Cove' para matar a matança de golfinhos no Japão"
E a matança de golfinhos acabou, né? Infelizmente, não.
"12 milhões de pessoas marcharam contra as FARCs em fevereiro de 2008 após se organizarem pelo grupo 'Un Million de Voces Contra Las FARCs'"

"40000 estudantes universitários da Califórnia participaram de um protesto contra as leis de imigração, que foram organizados por mensagens de textos e pelo MySpace"

"Protestadores do Occupy Wall Street que usaram Twitter (20%), Facebook (60%) e YouTube (70%)"
Coloquei todos esses itens para mostrar como sofativistas adoram a falácia do Post hoc ergo propter hoc. Calma, apesar do nome complicadíssimo, essa falácia é fácil de entender. Essa falácia diz que, se um evento A aconteceu antes de um evento B, o evento A causou o evento B. Claro que se for provado realmente de que A causou B, aí deixa de ser falácia. Mas dizer pura e simplesmente isso é um argumento inválido.

E sofativistas são mestres no uso dessa falácia. Esse pessoal acha que, só porque tem uma manifestação, mas também tem contas no Twitter, páginas no facebosta, páginas no MySpace (ainda existe?), vídeos no YouTube, blogs e outros falando a respeito dessa manifestação, eles concluem que foram as redes sociais que foram o estopim (uma frase que esse pessoal adora) para essas manifestações.
"Você acredita no poder do ativismo de sofá?"
Mas é óbvio que sim. Como não acreditar? Viva as redes sociais. Viva os sofativistas. Finalmente a revolução será tuitada. Oba!! Viva!!!! Que legal!!!!!

Só que não.

Links da semana - 53.

E vamos a mais uma lista de textos para a semana.
E é isso. Até a próxima.

Vamos xingar muito esse arroz no Twitter.

Xingar... arroz... Sim, eu me refiro àquela palhaçada (quer dizer, àquele experimento. Nah!! Palhaçada mesmo) da professorinha (provavelmente uma pedaboba que reza a cartilha de São Paulo Freire) de Curitiba que decidiu mostrar o poder que as palavras têm. E para tal, decidiu usar dois potinhos cheios de arroz. Num deles foram ditas palavras doces, suaves, cheias de amor. No outro foi dito palavras feias, de ódio, palavras que colocam qualquer um para baixo. O potinho que recebeu as palavras negativas o arroz ficou deteriorado. Já o que recebeu as palavras positivas, nada sofreu e ficou lá, branco, lindo, brilhoso, vistoso e apetitoso. Os detalhes completos da palhaçada podem ser vistos neste texto do G1.

E aí? O que se tem a dizer dessa palhaçada? Pseudociência é pouco para classificar isso. Sem contar que, ao menos para mim, o potinho parecia estar com bolor. E o pior é que recebi um vídeo com essa bosta dessa palhaçada no celular. Só não digo de quem e de qual grupo eu recebi o vídeo para não acabar de vez com a esperança que vocês têm na humanidade (a minha eu já perdi faz tempo).

Só que essa história de que as palavras têm poder e de que palavras negativas podem afetar negativamente o que quer que seja não é nova (brasileiro não é tão criativo assim). Um "estudo" assim foi feito por Masaru Emoto, um japonês idiota, que não tinha muito o que fazer e completa e totalmente ignorante em ciência (ele era formado em humanas. O que explica). O "estudo" do japa dizia que, ao expor a água a palavras, sentimentos, imagens, sons ou músicas bonitas, ao congelá-la, os cristais de gelo se arranjavam lindamente. Já se a água for exposta a imagens, sentimentos, sons ou músicas feias (por exemplo, funk proibidão, sertanojo universiotário ou qualquer música da Anitta), os cristais se arranjavam de uma maneira muito feia. E se você está achando tudo isso ridículo, parabéns, você tem cérebro e faz questão de usá-lo.

Mas enfim. Já que isso é dito que é ciência, então vamos lá. Uma das características da ciência é a sua reprodutibilidade. O que quer dizer que, qualquer pessoa pode fazer a mesma coisa e chegar aos mesmos resultados. Pois vamos lá. Vamos fazer.

Quer dizer, eu não vou fazer. Quem vai fazer é o professor André, do Ceticismo. Aliás, ele já fez.


Videozinho legal, né? Ciência sendo feita ao vivo (ou quase). E o vídeo também mostra que fazer experimentos científicos e fazer ciência não é algo tão complicado. Você não precisa de um laboratório super-hiper-mega-ultra-equipado para fazê-los (mas se tiver, melhor).

Muito bem. O professor gravou o vídeo no dia 5 de junho, o vídeo foi postado no dia 6 de junho e hoje é dia 8 de junho. Já se passou 4 dias desde que começou a brincadeira, e, como se pode ver e já se podia esperar, porra nenhuma aconteceu.

Ao final de cada vídeo o André sempre pede para que o vídeo seja compartilhado da maneira que for. Esse texto é a maneira pela qual resolvi compartilhá-lo. Sei que isso que fiz representa quase nada, mas o que vale é a intenção.

E enquanto o experimento prossegue, o que vou farei?


E para terminar, uma professora fazendo uma palhaçada dessas. Muito provavelmente uma professorinha formada em pedagogia. Não é de hoje de faculdades de pedagogia aceitam qualquer bosta como aluno.

Tem culpa eu?

Encontrei uma coisa no Twitter envolvendo ativismo de sofá e que originalmente iria apenas para o Tumblr, mas como envolve mais do que ativismo de sofá, decidi colocar aqui também. E são duas coisas que eu amo de paixão (só que não): O rock brasileiro e seus artistas (se é que dá para chamar o que eles produzem de arte. Mas que seja). Vamos lá então.


Pois é. A pessoa aí votou num senador corrupto, achando que ele era ficha limpa, esse senador corrupto foi eleito, se envolveu em algum escândalo de corrupção e questiona se tudo isso que aconteceu foi culpa dela. Não, linda criatura. Este senador corrupto está na poltrona onde está e só está fazendo tudo o que está fazendo pois ele caiu da espaçonave que transportava ele diretamente naquela poltrona. Pode ficar tranquila, linda criatura, você não tem culpa de nada.

Eu só não entendi uma coisa. Como que pode um senador (e isso não vale só para senador, deputado ou políticos em geral. Vale para qualquer pessoa) que é corrupto, mas tem ficha limpa? Ambas são imiscíveis. Se é corrupto, não tem ficha limpa. Se tem ficha limpa, não é corrupto. E se o senador é corrupto, então ele não tem a ficha limpa e assim sendo, o cidadão aí poderia muito bem usar a Internet para investigar o passado negro do senador. Mas não. Internet para essa pessoa só serve para ficar no Twitter falando com subcelebridade roqueira brasileira que, já que não se destaca mais pelas merdas das músicas que faz, acaba tendo que fazer figuração em novela e apresentar programa de mulherzinha (não virou cervejeiro. Ainda).

Aliás, por falar em ficha limpa, cadê a lei da ficha limpa que não barrou a candidatura desse senador ou mesmo não o cassou? Como de costume a lei da fichinha limpinha mostrando a que veio e mostrando o que realmente: Um dos maiores embustes que já surgiu, que só serviu para agradar jacu e enganar trouxa mesmerizado com o "poder da inciativa popular". Até mesmo porque, o que esperar de uma lei que visava moralizar a política e combater a corrupção mas que teve como relator um senador que mais tarde foi cassado por corrupção? Mas foi cassado pelos próprios senadores, já que a lei da fichinha limpinha, mais uma vez, não serviu para bosta alguma.

No frigir dos ovos, temos eleitores idiotas, cretinos e ignorantes votando e elegendo políticos filhos da puta. Mas depois vão vociferar nazinternéti dizendo que políticos deveriam ser mandados para a Ilha da Queimada Grande (ou qualquer outro lugar perigoso para se viver), ou que eles deveriam participar de um reality show russo. Mas só os políticos. Os desgraçados dos eleitores que votaram neles, não. Até porque, condenar os eleitores é coisa de babaca.

Mas calma que o pior está por vir. O pior mesmo é saber que o voto da pessoa aí vale o mesmo que o meu e que o seu, querido leitor, e que essa pessoa, além de votar para senador, também vota para deputado e para presidente. Mas eu não acho que esse tipo de gente deveria ser proibida de votar. Até porque eu sou o Lucho e não um sofativista mendigo que acha que está revolucionando o país porém não consegue nem diminuir a merda do preço de um ovo de páscoa. E além do mais, aqui é Blog do Lucho, porra!!, e não o HuffingtonPost (estudante de filosofia. Como sempre as humanas mostrando para que servem).

Pessoal do desafio do balde de gelo. Vocês ainda se lembram disso?

Voltemos ao ano de 2014, ano em que, além de ter acontecido a Copa do mundo no Brasil e o Mineiraço (ou Mineiratzen) e de também ter acontecido as eleições presidenciais logo após o gigantinho criado a leite com pera ter acordado, aconteceu também a brincadeira do desafio do balde de gelo, que era uma forma de conscientização sobre a esclerose lateral amiotrófica (ou ELA ou ALS), uma terrível doença neurodegenerativa que não possui cura.

Quer dizer, não possui cura, ainda, pois existem diversos centros de pesquisas espalhados pelo globo (e não pelo plano) realizando pesquisas de forma a combater essa terrível doença. As pessoas que participavam desse desafio jogavam água gelada sobre si mesmas e depois fariam uma doação para esses centros de pesquisa. E se tem algo que pode curar qualquer doença, este algo chama-se dinheiro.

Muito bem. Todo mundo brincou, todo mundo se divertiu, teve participação de várias celebridades, várias dessas pessoas colocaram seus videozinhos no YouTube (pelo menos não usaram a Internet dos outros para fazer isso) mas, será que passados quase três anos, o pessoal que participou da brincadeira ainda se lembra dela? Será que ainda se lembra dessa terrível doença que é a esclerose lateral amiotrófica? E será que se lembra de, quando possível, fazer uma doação para os centros de pequisa que tentam encontrar alguma cura para a doença? Acho difícil, já que, nem na época que aconteceu o desafio as pessoas doaram. Muita gente achou que era só brincadeira. E, obviamente, as celebridades brasileiras participaram do desafio buscando aquela única coisa que interessa a todas as celebridades: Holofote.

A sorte de vocês é que tem o titio Lucho para relembrar vocês do que quer que seja. Quem quiser, pode fazer uma doação para as instituições que fazem pesquisa para a cura do ELA, abaixo vão os links de onde vocês podem realizar as doações:
Essas são algumas instituições que eu conheço. Quem conhecer mais alguma, pode colocar aí nos comentários.

Que tal se, ao invés de você gastar dinheiro com vaquinha para pagar multa de corrupto, ou então gastar dinheiro com blogueiro, podcasteiro, youtubeiro ou qualquer outro mendigo profissional de Internet (que muitas das vezes, esses mendigos são pau mandados de políticos ou de partidos políticos. Não vou dar nomes, pois aqui é Blog do Lucho e não Treta News) e aí virar "patrão" deles, você dar um destino mais digno ao seu dinheiro? Se o dinheiro é seu e você faz o que bem entender com ele, que tal fazer algo de bom?

E que tal também valorizar o trabalho de quem pesquisa de verdade tentando desenvolver medicamentos e outros tipos de curas que realmente funcionam e tenham efeito, ao invés de valorizar o trabalho de um picareta de um professor aposentado de uma universidade estadual paulista decadente que só sobrevive atualmente de seu nome que desenvolve seu "medicamento" contra o câncer num laboratório que parece mais um chiqueiro, mas que, quando testado, viu-se que esse "medicamento" não serve de bosta nenhuma? Com essa definição extremamente vaga e genérica, creio que ninguém sabe do que e de quem estou falando.

Links da semana - 52.

Agora que eu vi. Faz mais de um ano que eu não ponho uma lista de textos legais e interessantes para a apreciação e diversão de vocês. Ano passado foi somente uma dessas listas. Também tem o fato de que pessoal está deixando de fazer blogs para virar youtubeiro. Será que, com o YouTube querendo cortar a grana dos youtubeiros, todo mundo vai voltar a escrever em blogs (inocência, teu nome é Lucho)?

Bom, mas depois de tanto tempo sem, fiquem agora com a lista desta semana.
E é isso. Puxa vida, 11 textos. Até a próxima.

Charge engraçada do dia (mas pelas razões erradas).

Agora em junho de 2017 fará quatro anos daquela palhaçada em que o gigantinho millennial criado no apartamento pela vó na base do leite com pera acordou, decidiu ficar putinho e lutar contra tudo isso que estava aí, indo para as ruas, participar de micaretas fascistas fora de época, tirar um monte de fotos e fazer vídeos para colocar no facebosta e no istragão as custas da Internet dos outros, vandalizar e destruir o patrimônio público e privado alheio (mas era sem vandalismo), expulsar aos socos, murros, chutes e pontapés que estivesse portando uma bandeira, camiseta ou broche de partido político ou movimento social (mas era sem violência), e também expulsar aos socos, murros, chutes e pontapés quem portasse um microfone ou câmera (mas, novamente, era sem violência) para depois ir chorar as pitangas no facebosta mimizando que "isso a mídia não mostra". Aliás, uma elucubração. Também me lembrei do Occupy Wall Street. Estou na dúvida de qual desses dois movimentos idiotas foi o mais idiota e inútil?

Deixando a elucubração de lado e voltando ao gigantinho criado a leite com pera que acordou em junho de 2013. Um dos maiores mimimis do gigantinho era de que "isso a mídia não mostra", logo após ter arpeado jornalistas e cameramen que queriam mostrar o que estava acontecendo. Por óbvio que o gigantinho decidiu fazer essa denúncia extremamente séria e grave por meio de charges (será que eles usaram a Internet dos outros para enviá-las e postá-las?) como por exemplo, a charge abaixo:


Olha que fófis. O gigantinho criado pela vô decidiu fazer a sua denúncia de forma bem humorada contra a imprensa-golpista-burguesa-conservadora-reacionária-autoritária-malvada-feia-chata-boba-elitista-racista-branca-de-olhos-azuis que não mostrava nada do que estava acontecendo nas micaretas fora de época, já que os repórteres e cameramen da Rede Globo estavam sendo esmurrados pelos pacíficos manifestantes adeptos do "sem violência" e "sem vandalismo".

Pois é. Que sacanagem com o gigantinho. Só porque alguns dos manifestantes decidiram vandalizar o patrimônio público e privado alheio, o movimento tem que pagar o pato? Os críticos, os jornalistas e os cameramen têm que entender (enquanto os dois últimos eram esmurrados pelos pacíficos manifestantes do "sem violência" e "sem vandalismo") é que esses vândalos não são manifestantes escoceses. E além do mais, eles não representam o gigantinho.

Se bem que eu nem sei porque eu disse tudo isso que disse, já que o gigantinho não passa de um filho da puta surrupiador, já que eles não criaram essa charge. Exatamente, eles a surrupiaram desavergonhadamente. A prova? Ei-la:


E aí? Vai esperar o que de manifestantes e movimento que não consegue nem criar uma charge própria? E gigantinhos criados com leite com pera quando acordam só fazem merda. E não é de hoje. Também já fez muita merda cinquenta anos atrás.

Sim, senhores. Estou falando da palhaçada do maio de 1968 na França, em que o gigantinho criado a leite com pera de lá, juntamente com os SJWs da época, decidiram acordar, ficarem putinhos com o De Gaulle e protestarem contra tudo aquilo que estava lá na época. O que conseguiram? Cinco anos de Pompidou e mais sete anos de d'Estaing.


Blog do Lucho agora é HTTPS.

Uma novidade nova aqui no blog. Depois de muito bater cabeça enfim consegui fazer uma coisa que gostaria há muito de fazer. Consegui enfim colocar HTTPS aqui. Sim, acredite se quiser, senhores, dá para colocar HTTPS em blogs no Blogger.

Na verdade o processo para colocar HTTPS no Blogger é bem simples. O que me matou (e fez eu perder os poucos cabelos que ainda me restam) foi o Disqus. Toda vez que eu colocava a versão segura do protocolo, os comentários simplesmente sumiam. Tentei fazer de tudo para que os comentários aparecessem, porém não tinha jeito. Eles sumiam, eu desistia e voltava ao HTTP.

Até agora.

Até que, enfim, descobri uma ferramenta, no próprio Disqus, que faz com que os comentários não sumam. Na verdade, o que se tinha que fazer era mapear as URLs. E para fazer isso, basta ir na página inicial do Disqus, clicar em Community > Migration Tools > Start URL Mapper. A partir daí a página é bem elucidativa, bem autoexplicativa e por causa disso não vou dar mais passos do que é para fazer. Sim, a página é em inglês. Você não sabe inglês? Leia o último texto.

Fiz o passo a passo e... voilà. Os comentários apareceram. Um alivio para que o Segão, Clover, Nestor, Celso e André não pensem que eu removi os comentários de todos eles.

Com essa nova... novidade, creio que o blog ganha uma lufada de amadurecimento. Pelo menos fica a sensação de que a casa não está abandonada. Além de fazer com que a navegação pelo site fique mais segura. Pelo menos isso que eu espero.

E também foi boa esta exata hora em que eu consegui colocar a versão segura do protocolo, quando Chrome e Firefox decidiram vir com artilharia pesada contra quem não usa HTTPS. Além do mais, já faz um tempo que HTTPS é usado pelo Google para rankear páginas (e imagino eu que Bing, StartPage e DuckDuckGo também levem isso em consideração). Quem sabe o Blog do Lucho consegue aparecer melhor posicionado nas buscas, hein? Na verdade, eu queria colocar HTTPS aqui mais por causa deste último.

Que seja. Depois de ter conseguido fazer essa alteração, até me animei e me motivei para continuar a blogar por aqui.

Mas ainda continuo não pedindo doações e nem fazendo questão delas. Novamente, tenho minhas razões para tal.

Breve recado para jornaleiro / blogueiro / youtubeiro arrogante.

Pois é. Só mesmo em feriados para eu vir aqui e publicar algo nessa bosta.

Nos últimos dias aumentou a quantidade de canais informativos (e por canal aqui eu me refiro a blogs, podcasts, portais, etc. Não existe somente YouTube, filhão) pedindo doações. Canais pedirem doações não é novidade, eles sempre existiram, porém nestes tempos espinhosos, com o recrudescimento do uso de bloqueadores de propaganda (não é só o AdBlock que faz isso, que aliás, já ultrapassei 1,5 milhão de itens bloqueados com essa belezinha) e com a Google querendo cortar a grana de youtubeiros (e eu acho que esse corte também deveria se estender a blogs e portais, já que é cada merda que tem por aí que, se eu tivesse uma empresa, ficaria muito incomodado de ver o nome dela - e o meu por tabela - vinculado a essas merdas) é que aumentou a quantidade de pessoas recorrendo a doações e recorrendo a ferramentas como Apoia.se, Catarse, Kickante, Vakinha, Padrim e Patreon, além dos tradicionais PayPal e PagSeguro (todos esses sites usam HTTPS e eu aqui não consigo colocar a merda do HTTPS sem que sumam os comentários do Disqus).

Não há nada de errado, ilegal, imoral, aético ou vergonhoso em se pedir doações. Sério. Não há nada mesmo. Ora bolas, as principais universidades americanas (estadunidense é a bola esquerda do meu escroto) faturam muito com doações. Yale, Cornell, DukeHarvard e outras grandes universidades possuem programas para doação. Até as universidades brasileiras recebem doações. Obviamente que em menor quantidade (IIIIHHHHH!!!! O Globo??!!! Imprensa Golpista!!! Mata, pica, fatia, queime e jogue sal) por causa da mentalidade da população e do empresariado e também por causa da burocracia que é para fazer essas doações, embora haja um projeto de lei para fazer com que esse processo não seja tão burocrático. Novamente, não há nada de errado.

O problema é que o pessoal em Terra Brasilis degradou a atividade e o que era para ser um simples pedido de doação acabou se transformando em mendigagem, com um monte de jornaleiros, blogueiros, youtubeiros, podcasteiros e outros "produtores de conteúdo" achando que o público que os acompanha tem a obrigação de dar dinheiro ao conteúdo único e exclusivo em toda a Internet mundial que ele produz. O negócio degradou tanto que tem gente que chama o Patreon (que até hoje os mendigos da Internet não sabem se pronuncia pátreon, patreón ou pêitreon. Aliás, esses mendigos ainda acham que "patron" é patrão, quando na verdade significa patrono) de "Mendigon".

E alguns desses jornaleiros, blogueiros, youtubeiros e outros "produtores de conteúdo" são ainda mais ameaçadores. E a "ameaça" é da que, se ninguém cumprir com o dever de dar esmola a eles, o tal conteúdo único, inédito e exclusivo em toda Internet mundial será pago (exatamente, o maldito PayWall).

Pois para esses jornaleiros, blogueiros, youtubeiros, podcasteiros arrogantes que se acham e acham que o seu conteúdo é tão único e tão exclusivo que todos deveriam pagar para vê-lo, eis aqui um gráfico:


O que é esse gráfico? É um gráfico com os idiomas mais usados na Internet, que foi tirado de um site muito legal chamado W3Techs, que contém diversas estatísticas sobre a Internet. Uma dessas estatísticas é com relação a idiomas.

Pelo gráfico acima, retirado no dia de hoje, 22 de abril de 2017, pode-se ver que de todo conteúdo produzido e publicado na Internet, 51,8% está em inglês, enquanto que 2,5% está em português, o significa que, hoje, dia 22 de abril de 2017, há em média 20,72 vezes mais conteúdo na Internet em inglês do que em português. Em média, pois em algumas situações a discrepância é bem maior.

Isso significa que, para um determinado conteúdo existente em português, há em média entre 20 e 21 vezes mais desse mesmo conteúdo em inglês.
"Mas quantidade não é qualidade"
Nem sempre. Quando se tem muito num determinado nicho, acaba tendo disputa, que se transforma em concorrência, e para se dar bem numa concorrência, você tem que se sobressair pela qualidade (sim, eu sei que há outras coisas. Não estraguem o lado idealista deste texto). E é por causa disso que, não somente há mais conteúdo em inglês como ele é de melhor qualidade.

E com o que eu disse no parágrafo anterior, vai aqui uma dica do Lucho (já perdi a quantidade de vezes em que falei sobre outras coisas dentro do mesmo texto, mas enfim). A dica é: Aprenda inglês, por favor. Compreenda inglês. Só pelo gráfico, você já viu que, sabendo inglês, você consegue compreender metade de tudo o que é produzido e publicado na Internet. Mas não é só por causa disso. É também para sua vida acadêmica ou profissional. Não pense que você vai conseguir se virar sabendo português, pois não vai. Profissionalmente não vai conseguir. E academicamente muito menos. Então aprenda inglês. Mas antes de aprender inglês, aprenda sua língua pátria, cavalo, pois não vai adiantar de nada. Antes que perguntem, não vou dar dicas de cursos de idiomas, pois aí já estaria me desviando demais do tema do texto.

Voltando ao tema do texto, para você jornaleiro, blogueiro, youtubeiro, podcasteiro arrogante que se acha e acha que o seu conteúdo é único em toda Internet, está mostrado que o conteúdo que você produz em português existe em inglês, em maior quantidade e, provavelmente, em melhor qualidade. Portanto, baixa a tua bola e para de achar que todo mundo tem a obrigação de te dar dinheiro. E também pare de achar que a Internet vai se esboroar quando você não quiser produzir mais conteúdo (sim, sou bem otimista, não é questão de se você vai parar de produzir conteúdo, mas de quando você vai parar).

Mas se ainda assim você se acha tão especial e acha que o conteúdo que você produz é tão precioso que todo mundo tem que pagar para acessá-lo e está realmente decidido a murar o seu conteúdo com os muros do Paywall, eu só posso dizer uma coisa: Vá em frente. Faça o que bem entender. Não estou lhe impedindo de fazer o que bem entender. Numa Internet em que o que não falta é conteúdo, eu só posso lhe desejar muito boa sorte nessa sua empreitada. Pois você vai precisar.

Quanto a mim, se eu pediria doações? Não. Não pediria. Tenho minhas razões para isso.
 

Eu sei quem você é

Em sei quem você é, de onde você é o que você está usando para acessar a Internet. Duvida? Então toma:


Powered by IPAddressLocation.org

Se quiser me xingar, vai em frente. Mas o seu IP ficará registrado.

Feeds do blog

Assine o feed do blog
Assine o RSS.

Insira seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Histórico

Texto aleatório

ALEA IACTA EST